[All] Guitar Hero - Aerosmith

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[All] Guitar Hero - Aerosmith

Mensagem por Dalcy Junior em Sex 8 Ago 2008 - 15:45

Guitar hero: Aerosmith entrega jogo e documentário da banda




Título marca nova estratégia da indústria ao apostar em um só artista.
Mesmo para não-fãs, game deve garantir pura diversão 'guitarrística'.


O sucesso estrondoso de games musicais como "Guitar hero" e "Rock band", em que o jogador "toca" as músicas com réplicas de instrumentos de plástico, vem se mostrando uma alternativa interessante para gravadoras e artistas reverterem as significativas perdas com a venda de CDs da última década. Juntas, em um ano, as duas franquias concorrentes foram responsáveis pela venda de 25 milhões de faixas em seus respectivos canais de download, de acordo com reportagem deste mês da revista "Blender".

Clique aqui para ver vídeos do jogo 'Guitar hero: Aerosmith'

Um passo ainda mais ambicioso para a simbiose entre artista e videogames foi dado agora com "Guitar hero: Aerosmith", que, em vez de uma seleção de diversos nomes do rock e do pop, foca essencialmente em uma única banda.


Steven Tyler e Joe Perry ganharam versão digitalizada em 'Guitar hero: Aerosmith'; os cenários de palco remetem à arte das capas dos principais discos da banda (Fotos: Divulgação)

São ao todo 25 faixas do grupo - incluindo os bônus -, que cobrem diversas fases da carreira do Aerosmith: das mais antigonas "Sweet emotion" e "Toys in the attic" (1975) passando pela clássica parceira com o Run DMC em "Walk this way" (1986) às mais novas "Livin on the edge" (1993) e "Beyond beautiful" (2001), todas em suas gravações originais. "Mama kin", "Dream on", "Making it" e "Movin' out", do álbum de estréia da banda, de 1973, também aparecem em versões recriadas especialmente para o game. (Antes que algum roqueiro mais radical pergunte: não, baladas açucaradas como "Cryin", "Amazing", "Jaded" e "I don't want to miss a thing" não entraram no jogo!).


O guitarrista Brad Whitford, em tela de 'Guitar hero: Aerosmith' (Foto: Divulgação)


Além de músicas do Aerosmith, que representam três quartos do repertório total, há também faixas de bandas que o influenciaram como Kinks, The Clash e Mott the Hoople - uma das preferidas de David Bowie nos anos 60 - e outras com quem o grupo já dividiu o palco, como Cheap Trick, Ted Nungent e o já citado Run DMC. A proposta é que o jogador execute essas faixas como se fossem de bandas de abertura para, então, atendendo aos gritos do público, convocar os músicos do Aerosmith ao palco (o vocalista Steven Tyler, os guitarristas Joe Perry e Brad Whitford, o baixista Tom Hamilton e o baterista Joey Kramer ganharam seus próprios avatares no game).


Preste atenção na música! Câmera atrevida permite espiar a calcinha das meninas das bandas de abertura



A interface e o modo de jogo de "Guitar hero: Aerosmith" são praticamente idênticos às versões anteriores de "GH", com uma e outra, digamos, distração adicional - como a câmera de baixo para cima que permite espiar a calcinha das meninas das bandas de abertura.

Documentário interativo

A principal mudança fica por conta dos cenários, decorados com elementos das capas dos discos da banda e que reproduzem lugares que sediaram algumas das principais apresentações da carreira do Aerosmith. Começa pelo palco do Nipmuc Regional High School, colégio onde a banda fez seu primeiro show no início dos anos 70; segue para a Max's Kansas City, lendária casa noturna da cena punk de Nova York; retorna ao Orpheum Theatre, em Boston, cidade natal do grupo; para depois mergulhar nos chamados shows de arena, que incluem uma apresentação no intervalo do Super Bowl, outra em Moscou, onde a banda tocou para 60 mil pessoas em 2007, e finalmente o palco do Rock and Roll Hall of Fame, que imortalizou oficialmente o Aerosmith no panteão roqueiro americano em 2001.


Divulgação
Avatar do baterista do Aerosmith, Joey Kramer, em ação no game (Foto: Divulgação)


A cada mudança de cenário, os integrantes da banda aparecem em vídeos dando depoimentos que ajudam a explicar sua trajetória ao longo das últimas três décadas. A novidade transforma "Guitar hero: Aerosmith" em um item ainda mais interessante para os fãs do grupo de Tyler, Perry e cia. Mais do que só um jogo e uma espécie de coletânea interativa de sucessos da banda, "GHA" funciona também como um documentário, um registro histórico lançado em um momento em que esses dinossauros do rock buscam uma renovação de público. Não é loucura imaginar que, como o Metallica, outros artistas venham a anunciar projetos semelhantes num futuro muito breve.

O aspecto possivelmente mais duvidoso do game está em saber qual será a reação dos não-fãs do grupo. É bem provável que pessoas que odeiem o Aerosmith passem longe deste lançamento, mas gostando ou não da banda, o formato de hard rock com um tempeiro blueseiro e a guitarra virtuosa de Joe Perry fazem do repertório de "GHA" um dos mais coerentes disponíveis até agora na franquia. Afinal, estamos falando aqui de "heróis da guitarra", e, que me perdoem os fãs, bandas como Ramones, Nirvana, Foo Fighters, Tenacious D, Strokes e Franz Ferdinand - todas presentes nas versões anteriores - estão longe de serem conhecidas pela habilidade de seus guitarristas.

_________________

Jogos de PS2 por apenas R$ 3,00 com frete grátis:
mande um e-mail para

jrgamesbrasil@yahoo.com.br

E solicite o catálogo atualizado
avatar
Dalcy Junior
Administrador Fundador
Administrador Fundador

Masculino
Número de Mensagens : 3920
Idade : 43
Localização : Nilópolis - RJ
Emprego/lazer : Futebol
Humor : Tá em dia
Data de inscrição : 26/07/2007

Ver perfil do usuário http://portallpp.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum