[Review] Metal Gear Solid 4 é um dos melhores games já produzidos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Review] Metal Gear Solid 4 é um dos melhores games já produzidos

Mensagem por sikapan em Sex 13 Jun 2008 - 10:09

Metal Gear Solid 4 é um dos melhores games já produzidos



Assim como no cinema, de tempos em tempos um game surge e altera todos os conceitos, transformando a maneira como os usuários encaram os games e remodelando o conceito de diversão.

Final Fantasy VII transformou o gênero de RPG, Resident Evil ajudou a criar uma nova categoria de games (horror e sobrevivência) e Grand Theft Auto III sozinho redesenhou o horizonte dos games.

Agora chega a vez de Metal Gear Solid 4 (MGS4), um game que possui a influência necessária para alterar o terreno dos jogos, não só os de seu gênero.

O título é um triunfo de seu diretor, a lenda do design de games Hideo Kojima, também um grande trunfo para a Sony e o play 3. Metal Gear Solid 4 é uma obra prima, um game para ser lembrado.



MGS4 não é o melhor game da série Metal Gear, mas também um dos melhores games já produzidos. Se você possui um play 3, deve considerar o título como sua próxima aquisição, se não possui um play 3, provavelmente se sentirá inclinado a comprar um.

Finalmente

Uma das características marcantes de MGS4 é sua história envolvente, um conto digno de para nas telas de cinema. Se você é novo na série Metal Gear não se preocupe, o novo título consegue contar a história de uma maneira acessível aos novatos, revelando surpresas para os veteranos.

De muitas maneiras, o MGS4 é a seqüência verdadeira para o título de 1998. O game retorna o foco a Solid Snake, uma lenda nas operações camufladas e veterano de combate. Mas as coisas estão diferentes. Snake está morrendo, sofrendo por um envelhecimento precoce, causado por seu DNA modificado.

Essa condição não surte efeito somente em suas habilidades, mas também em sua confiança. A história apresenta Snake como uma figura trágica e nobre, crescendo desiludida enquanto o mundo rui ao seu redor.

Snake não é aclamado como um herói em MGS4, mas como um velho que cresceu irritado pelas realidades da guerra. Esse quadro dá ao game um peso emocional grande, levando os jogadores a questionar o dilema de Snake.

Conforme ele encara a própria mortalidade de frente, os jogadores são forçados a fazer o mesmo. O game explora temáticas pesadas, como morte, envelhecimento, guerra, terrorismo e a supremacia militar dos EUA.


Camaleão: traje torna a camuflagem quase automática

O mais incrível é que o game lida com esses assuntos sem uma pregação exagerada. Isso é memorável, principalmente para um videogame. A atmosfera é uma das forças de MGS4. Da abertura aos vídeos finais o game apresenta um mundo cruel que está à mercê de uma economia de guerra, uma soberania do capitalismo que obtém sucesso na troca de armas e derramamento de sangue.

A jornada de Snake para o Oriente Médio começa como uma missão de assassinato, mas se transforma em um objetivo mais pessoal. Outros games da série foram criticados pelas extensas cenas de corte e discursos complacentes. Por sorte Kojima aprendeu a lição.

As cenas em MGS4 são magnéticas, com uma ou duas exceções. A atuação de voz é outro ponto forte, com David Hayter's como Solid Snake. A trajetória de MGS4 é ótima, superando facilmente o incrível BioShock e o subversivo GTA IV.

A guerra mudou


Primeiramente, exclua todas as expectativas do que você crê que o Metal Gear é e como ele se comporta. Kojima e sua empresa retornaram à mesa de desenho e melhoraram a interface. O resultado é como um mix de Gears of War e Call of Duty 4, com uma pitada do clássico comportamento camuflado de Metal Gear. É um game de ação intenso, mas é necessário pensar rapidamente e com tranqüilidade para se manter vivo.

Um ponto fantástico da jogabilidade é que ela dá ao gamer opções. Como nos outros games da série, o jogador é encarregado de infiltrar instalações militares extremamente vigiadas, com o método de invasão à sua escolha.

Você pode optar entre uma abordagem mais direta, no estilo atire primeiro e se esconda depois, ou o indireto, sempre se escondendo e atirando quando necessário. Não há um caminho errado em MGS4.

Se você pretende jogar MGS4 no estilo Gears of War, se prepare para um dos melhores shooters já elaborados. Se você prefere rastejar e evitar os inimigos como nos antigos Metal Gear, vai se surpreender com o aparato tático do novo título.

A cartada de mestre é a armadura octo-camo de Snake, que ativa uma camuflagem que mescla o personagem ao que está ao redor. A octo-camo torna a ação de se esconder automática, permitindo que os jogadores do estilo “pistoleiro” mantenham um ar camuflado enquanto se focam na ação.

Novidades na jogabilidade incluem mira sobre os ombros, além do modo opcional em primeira pessoa. Para jogar o núcleo do game são necessários quatro botões: mirar, atirar, abaixar e usar.

Quem é o chefe?

Nenhum game Metal Gear seria completo sem uma gama memorável de batalhas contra chefes, o MGS4 supera as expectativas. O vilão principal é o irmão de Solid Snake, Liquid Snake, que reside no copo de outro personagem clássico da trama, Revolver Ocelot.

Mas as batalhas mais marcantes são entre Snake e o esquadrão The Beauty & The Beast (A Bela e a Fera), formado por grotescos cyborgs. Será preciso mais que poder de fogo para derrotar esses inimigos.
As batalhas com os chefes, conforme se aproximam do final, se transformam em um espetáculo digno de deixar diretores como Michael Bay se movimentando desconfortavelmente em sua cadeira.

A customização de armas no MGS4 é outro ponto incrível. Cerca de 70 armas podem ser encontradas no jogo, desde tranqüilizantes não letais a lançadores de granadas e shotguns de barris duplos. Algumas armas são praticamente entregues a você, outras são escondidas.

Comprar seu aparato também é conveniente, após conhecer um vendedor de armas que entregará a Snake armas potentes, por um preço é claro.

Para comprar essas armas exóticas você precisa vasculhar as armas de inimigos mortos, vendendo cada uma delas para ganhar “Drebin Points”. Mas isso não se restringe a armas. Estão disponíveis modificações, desde miras laser e lanternas a lançadores de granadas.

Esse esquema de customização lembra o atingido por Crysis, onde uma arma secundária pode ser tornar um equipamento letal e indispensável. Esse sistema também encoraja o jogador a passar pela trama repetitivamente, com o objetivo de testar e conquistar todas as armas.

Visual incrível

O MGS4 é o primeiro game a revelar o potencial escondido do play 3, apresentando um dos games mais reluzentes nos gráficos.

Não é necessária uma HD TV para apreciar o jogo. Kojima diz que não é interessado em HD pois prefere o visual “sujo”, que ele acredita fornecer uma atmosfera mais realista a seus jogos.

O mundo de MGS4 é cheio de pó, ferrugem e poluição, dando ao game uma textura rica, capaz de ser executada em TVs com definição padrão. A cor também é trabalhada, com efeitos que valorizam o cinza, verde e dourado.

O primeiro ato é encenado na poeira do Oriente Médio, o segundo se move para as florestas da América do Sul. Graças à jornada de Snake o game nunca repete um visual. A representação geográfica do cenário impressiona, levando o jogador a crer que se trata de um filme de arquivo.

O MGS4 torna muito tênue, se não nula, a linha que separa os games do cinema.


Visual: detalhes do game impressionam


Filmes em modelagem

Os personagens do game também são impressionantes, remodelados de acordo com atores reais e animados por técnicas de captura de movimento.

Kojima enganou a todos, os filmes exibidos na GamePro.com e em outros sites não são imagens pré-renderizadas, mas o game em tempo real.


A funcionalidade de armazenamento, oferecida pelo HD do play 3 e pelo leitor de Blu-ray, deram a liberdade para os desenvolvedores distribuírem conteúdo em larga escala. Isso é evidenciado particularmente no áudio, orquestrado pelo Skywalker Sound, os especialistas por trás dos filmes Star Wars de George Lucas.

Fadiga de batalha?

Uma nova funcionalidade, chamada de “Stress”, não é explicada de maneira clara. Em combate intenso ou extremas condições o nível de “Stress” de Snake sobe, que afeta negativamente sua “psique”, que reduz sua taxa de cura e pontaria.

A confusão com o Stress e Psyche se resolve conforme o game é percorrido.

Um ponto negativo é que MGS4 não possui um tutorial ou missão de treino, o que é uma sábia decisão, pois Snake possui um grande repertório de movimentos.

O próximo nível

Não resta muito o que dizer. Metal Gear Solid 4 é um game brilhante, com movimento, intenso e que se ressalta em relação a tudo que já foi feito.

Na relação entre play 3 e MGS4 todos são vitoriosos. O play 3 finalmente recebe um salvador, Kojima tem sua obra de arte e os gamers um dos melhores jogos de todos os tempos.

Por: PC Wolrd

_________________
Meus garotos!!!
=> Next
avatar
sikapan
Administrador
Administrador

Masculino
Número de Mensagens : 1318
Idade : 36
Localização : Rio de Janeiro - RJ
Emprego/lazer : Analista
Humor : Paulo Ricardo
Data de inscrição : 24/01/2008

Ver perfil do usuário http://portallpp.ativoforum.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Review] Metal Gear Solid 4 é um dos melhores games já produzidos

Mensagem por MEC em Sex 13 Jun 2008 - 15:27

e ao que parece Kojima, não ficou satisfeito!!
avatar
MEC
Louco Por Playstation Lvl D
Louco Por Playstation Lvl D

Masculino
Número de Mensagens : 2825
Idade : 39
Localização : Joinville - SC
Emprego/lazer : viver e não ter a vergonha de ser feliz
Humor : cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz
Data de inscrição : 31/07/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum